O País – A verdade como notícia

Exclusão do Standard Bank do Mercado Cambial pode ter implicações na economia nacional

O Banco de Moçambique proibiu, ontem, o Standard Bank de realizar qualquer actividade de compra e venda de moeda estrangeira no mercado cambial interbancário, o que para o economista e analista do mercado, Roque Magaia, poderá ter implicações na economia nacional.

Por outro lado, o economista moçambicano disse que a decisão do Banco Central, quando analisado a curto prazo, não é motivo de pânico, pois não interfere na relação entre o banco e o público.

“O mercado interbancário é aquele em que são realizadas transações entre os bancos e o Banco Central, o público não participa neste mercado. Por tanto, isto não significa que que o Standard Bank não vai realizar transações com o público, pelo contrário, apenas é inibido de realizar operações com outros bancos e o Banco de Moçambique” frisou Magaia.

Segundo avançou, Roque Magaia, com o prolongamento desta sanção, o Standard Bank pode enfrentar problemas de liquidez e, consequentemente, afectar o sistema financeiro por se tratar de um dos principais bancos do sistema financeiro nacional.

Com a exclusão do Standard Bank no mercado cambial interbancário, “o banco poderá perder uma fonte significativa de liquidez em moeda externa e isto irá afectar a relação do banco com seus clientes, fazendo com que tenha apenas como fonte de liquidez em moeda externa as exportações e as operações de compra de moeda externa ao público”, disse Roque Magaia.

Roque Magaia falava, ontem, durante o programa “Noite Informativa” da STV Notícias.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos