O País – A verdade como notícia

Ex-Presidente do Peru começa a ser julgado hoje no caso “Lava Jato”

Foto: Notícias ao Minuto

O ex-presidente peruano, Ollanta Humala, e a mulher, Nadine Heredia, começam a ser julgados hoje por alegados financiamentos ilícitos de campanhas eleitorais, pela empresa brasileira Odebrecht e pelo governo venezuelano de Hugo Chávez.

O julgamento, que acontece em Lima ao fim de sete anos de investigação fiscal, é um dos momentos importantes do escândalo de corrupção “Lava Jato”, que envolve uma dezena de países latino-americanos.

O Notícias ao Minuto refere que a acusação pede uma pena de 20 anos de prisão para Ollanta Humala e uma pena de 26 anos de prisão para a mulher, por não ter declarado os avultados donativos para financiar as campanhas eleitorais.

Além de Ollanta Humala, que foi presidente do Peru entre 2011 e 2016, estão ainda a ser investigados dois Chefes de Estado seus antecessores: Alejandro Toledo (2001-2006), sobre quem recai um pedido de extradição dos Estados Unidos, e Pedro Pablo Kuczynski (2016-2018), que está há quatro anos em prisão domiciliária.

Ainda segundo a mesma fonte, o advogado e político Alan García Pérez, presidente do Peru entre 2006 e 2011, também estava a ser investigado, tendo-se suicidado em 2019, quando estaria prestes a ser detido em casa.

A Odebrecht assumiu ter subornado altas figuras políticas no Peru entre 2005 e 2014, para conseguir a adjudicação de obras públicas de grande envergadura, e ter financiado, de forma ilícita, campanhas eleitorais de vários candidatos políticos, como Keiko Fujimori.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos