O País – A verdade como notícia

Ex-ministra da Justiça do Benim condenada a 20 anos de prisão

A ex-ministra da Justiça do Benim, Reckya Madougou, foi hoje condenada a uma pena 20 anos de prisão por um tribunal especial em Porto Novo, capital do daquele país da Africa Central. Segundo escreve a imprensa portuguesa, a ex-governante é acusada de “cumplicidade em atividades terroristas”

De acordo com o Notícias ao Minuto, Madougou, de 47 anos, foi considerada culpada de financiar “atividades terroristas” pelo Tribunal de Repressão a Infrações Económicas e Terrorismo, instância acusada pelos seus detratores de servir de instrumento jurídico do poder para amordaçar a oposição.

A ex-ministra, que se tinha declarado inocente, foi condenada à pena pedida pelo procurador.

Durante a audiência, Reckya Madougou disse que estava “chocada” com as acusações. “Há nove meses que me interrogo como é possível montar uma história destas”, afirmou, perante os juízes, acrescentando que “nunca fui e nunca serei uma terrorista.”

Segundo escreve o jornal português, a ex-ministra, cuja candidatura às presidenciais de 11 de Abril foi rejeitada, esteve detida durante algumas semanas antes da votação, na qual o Presidente, Patrice Talon, foi reeleito para um segundo mandato, com mais de 86% dos votos.

Madougou era acusada de ter financiado uma operação para assassinar figuras políticas para impedir a realização das eleições e assim “desestabilizar” o país.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos