O País – A verdade como notícia

EUA revogaram hoje estatuto comercial da Rússia

Foto: DW

Os Estados Unidos da América revogaram hoje o estatuto comercial da Rússia e da Bielorrússia em resposta à guerra na Ucrânia, numa votação no Congresso que abre caminho para novas sanções contra os dois países.

Em Março passado, o Presidente norte-americano, Joe Biden, anunciou, em coordenação com os seus aliados europeus, que iria isolar ainda mais a Rússia do panorama mundial.

A medida, que carecia de validação pela Câmara dos Representantes e pelo Senado, foi tomada esta sexta-feira.

Segundo a imprensa internacional, o projeto-lei do Congresso também exige que os Estados Unidos peçam a suspensão da Rússia da Organização Mundial do Comércio.

O Congresso norte-americano votou igualmente a favor da proibição da importação de energia russa.

Ao privar a Rússia da sua cláusula da nação mais favorecida, um princípio de reciprocidade básica no livre comércio, o Ocidente apagaria Moscovo do jogo global e teria o direito de tributar de forma pesada as importações de produtos russos.

Relativamente aos Estados Unidos da América, apenas Cuba e Coreia do Norte estão actualmente excluídos desse princípio de reciprocidade, que é a base da maioria das relações comerciais internacionais.

Em 2021, os Estados Unidos da América importaram cerca de 30 mil milhões de dólares em produtos russos, incluindo 17,5 mil milhões de dólares em petróleo bruto, uma commodity, a qual Washington acabou de impor um embargo total.

As sanções contra a Rússia somam-se a várias medidas ocidentais adoptadas nas últimas semanas com o objectivo de cortar gradualmente os laços económicos e financeiros.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos