O País – A verdade como notícia

EUA prometem julgar Governo talibã pelos seus actos no Afeganistão

Foto: Notícias ao Minuto

Os talibãs anunciaram a formação de um Governo provisório no Afeganistão. Por sua vez, os Estados Unidos da América (EUA) afirmaram, hoje, estarem preocupados pela nomeação de alguns ministros talibãs no país, mas declararam-se prontos a julgar o Governo “pelos actos” e pela disposição em deixar afegãos sair do país.

“Notamos que a lista dos nomes anunciados é exclusivamente composta por membros dos talibãs ou de aliados próximos e nenhuma mulher”, afirmou, em Doha, um porta-voz do Departamento dos EUA, citado pelo Notícias ao Minuto.

As autoridades norte-americanas afirmaram ainda estar preocupadas “com as ligações e os antecedentes de alguns destes indivíduos. No entanto, julgaremos os talibãs pelos actos e não pelas palavras”.

O novo Governo talibã anunciou, na terça-feira, um elenco provisório, composto por homens, alguns dos quais veteranos extremistas dos anos 1990 e da guerra de 20 anos contra a coligação internacional liderada pelos EUA.

Segundo escreve o Notícias ao Minuto, um dos nomeados, ministro do Interior, Sirajuddin Haqqani, que chefiou a rede Haqqani, à qual são atribuídos muitos ataques mortais e raptos, é procurado pelos EUA, que oferecem uma recompensa de cinco milhões de dólares pela captura.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos