O País – A verdade como notícia

EUA identificam financiadores do terrorismo em Moçambique baseados na África do Sul

Quatro indivíduos são acusados de serem facilitadores do Estado Islâmico em Moçambique e no continente africano, de acordo com uma investigação feita pelos Estados Unidos e parceiros africanos. Os acusados estão na vizinha África do Sul e exploram o sistema financeiro daquele país para financiar o terrorismo.

Farhad Hoomer, Siraaj Miller, Abdella Hussein Abadigga e Peter Charles Mbaga são os quarto acusados de serem facilitadores financeiros do terrorismo no continente africano e, particularmente em Moçambique, avança o departamento de Tesouraria dos Estados Unidos.

Siraaj Miller é apontado como quem lidera um grupo de apoiadores do ISIS na Cidade do Cabo, forneceu assistência financeira ao Estado Islâmico e treinou membros para realizar roubos como forma de arrecadar fundos para o grupo. Em 2018, Miller teria também ajudado na aquisição de casas seguras temporárias para os terroristas.

Abdella Hussein Abadigga recrutou jovens na África do Sul e os enviou para um campo de treinamento de armas. Abadigga, que controlava duas mesquitas na terra do rand, usou a sua posição para extorquir dinheiro dos membros de mesquitas, acusam os Estados Unidos.

O mesmo homem teria também enviado esses fundos para apoiadores do ISIS em outras partes da África.Peter Charles Mbaga, também conhecido como Abu Kaidha ou ainda Issa. Este teria facilitado transferências de fundos a partir de África do Sul. Mbaga teria procurado fornecer apoio ao Estado Islâmico em Moçambique, ajudando o grupo a adquirir armas do país e outros equipamentos no país vizinho.

Não há acções concretas que pesam em particular sobre Farhad Hoomer, também conhecido como Omar, mas os quatro homens são acusados de ter patrocinado ou fornecido suporte financeiro, material ou tecnológico ao Estado Islâmico.

Os Estados Unidos determinaram como parte das sanções o bloqueio de todos os bens, incluíndo transações financeiras e participações dos acusados em quaisquer entidades e a declaração destes bens à Agência de Controlo de Activos Estrangeiros dos EUA.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos