O País – A verdade como notícia

Governo suspende aulas presenciais em Maxixe, Massinga e Vilankulo

Depois de, na semana passada, o distrito de Vilankulo ter encerrado oito escolas, devido ao elevado número de casos da COVID-19, esta semana, o Ministério de Educação decidiu suspender as aulas presenciais em mais locais.

Através de um despacho ministerial, assinado pela ministra da Educação e Desenvolvimento Humano, Carmelita Namachulua, o Governo decidiu suspender as aulas presenciais do ensino primário, secundário e de alfabetização de adultos, em todas as escolas nas cidades de Maxixe, Vilankulo e vila de Massinga.

A suspensão entra imediatamente em vigor e deverá durar até à vigência do Decreto 50/2021 de 16 de Julho que aborda sobre as medidas a serem aplicadas no país, concernentes à prevenção da COVID-19.

Na semana passada, foram registadas 79 pessoas com COVID-19 em todas as escolas da província, das quais 24 são professores e outros dois indivíduos são do pessoal administrativo.

Outra preocupação do sector tem a ver com a mobilidade de pessoas, que contribui para novas infecções.

O sector de educação procura prevenir a infecção pelo Coronavírus com cerca de 510 escolas sem água corrente e que dependem do apoio das comunidades, que disponibilizam água para higienização dos alunos e professores.

Ao todo, são 966 escolas em funcionamento em toda a província.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos