O País – A verdade como notícia

Estado perde 2 milhões MT devido à imigração clandestina

São dados avançados pelo Serviço Nacional de Migração, referentes a nove meses do corrente ano, de Janeiro a Setembro. O valor corresponde a oitocentos e sessenta e oito imigrantes que foram recusados à entrada no território nacional, por apresentarem vistos falsos.

A tendência de entrada no território nacional de cidadãos estrangeiros reduziu em treze por cento. No entanto, o impedimento à entrada de cidadãos estrangeiros custa ao Estado pouco mais de dois milhões de meticais, nas várias fronteiras do país.

Face a esta situação, o Serviço Nacional de Migração exorta a todos os cidadãos, sobretudo os de países que não têm ainda acordos de isenção de vistos com Moçambique, para que solicitem o documento junto às representações diplomáticas e/ou consulados.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos