O País – A verdade como notícia

Esselina Macome diz que soluções tecnológicas devem ser aposta para expandir acesso à banca

Numa altura em que cerca de 90 por cento dos moçambicanos não tem acesso a uma conta numa instituição financeira formal, as soluções tecnológicas podem ser a solução para expandir os serviços financeiros à população sem acesso a banca. Quem defende é Esselina Macome, assessora da FSD Moçambique. Desde 2014, focada na inclusão financeira, a FSD Moçambique trabalha lado a lado com instituições financeiras e promove o uso de ferramentas tecnológicas para expandir os serviços financeiros para os jovens, mulheres e população das zonas rurais.

Tendências globais mostram que as tecnologias são aliadas do sector financeiro para sua expansão a cada vez mais pessoas. Em Moçambique, apenas 10% dos serviços financeiros disponíveis estão nas zonas rurais.
“Os serviços digitais são aqueles que mais rapidamente vão atingir essa população que está no fim da pirâmide”, diz.

A inovação tecnológica é uma das apostas da organização, por isso esta quarta, quinta e sexta-feiras, a FSD fará parte da quarta edição da maior feira de tecnologias de Moçambique, Moztech, onde ao lado de pastelistas nacionais e internacionais vai debater o tema “O papel das FinTech na promoção da Inclusão Financeira”.
“O nosso painel vai permitir trazer esse debate. O que em Moçambique sabemos sobre as Fintech, que tipo de Fintech nós temos, o que a regulação permite fazer neste capítulo. Teremos também no nosso painel experiências de outros países para sabermos que está acontecer fora de Moçambique, relacionadoas tecnologias financeiras”, explica Macome.

As ideias saídas da Moztech, segundo a companhia, podem contribuir para o desenvolvimento tecnológico e para isso é igualmente importante apostar na formação.
Em Moçambique, quase metade das pessoas com acesso a serviços financeiros formais em áreas rurais, gastam mais de duas horas para chegar a uma instituição financeira, segundo dados do Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos