O País – A verdade como notícia

Escolinhas passam a ter novo horário de funcionamento

Depois de mais de um ano encerradas, as escolinhas já podem reabrir, mas devem obedecer a um novo horário de funcionamento, com menos quatro horas, comparativamente aos dos anos transactos.

De acordo com o Ministério do Género, Criança e Acção Social, o reajuste deve-se à suspensão de algumas actividades que podiam comprometer as medidas de prevenção da COVID-19 nos centros infantis.

Foram cerca de 14 meses sem actividades curriculares nas escolinhas, devido ao novo Coronavírus. Antes da pandemia, estes estabelecimentos funcionavam das 08 às 16 horas. Mas, este ano, deverão abrir as portas às 07 horas e fechá-las às 12 horas.

De acordo com Páscoa Ferrão, directora nacional-adjunta do Ministério do Género, Criança e Acção Social, algumas actividades, como as de confecção das refeições e parte dos repousos, foram excluídas de modo a evitar a propagação do Coronavírus nas escolinhas.

Tal como nos outros sectores, que reabrem as portas de forma faseada, a educação infantil fará o mesmo.

Páscoa Ferrão acrescentou que, “depois do trabalho de acompanhamento que faremos e monitoria, isto depois de três meses, voltaremos a pensar se utilizaremos o sistema antigo”.

Ainda de acordo com a dirigente, se as instituições, que lidam com as crianças, não cumprirem o horário estabelecido pelas autoridades, serão sancionadas.

“Existem sanções a aplicar para as escolinhas que não cumprirem os horários impostos e seremos muito rigorosos nesse aspecto. As escolinhas, que não acatarem as recomendações, serão encerradas”, determinou Ferrão.

Assim, Páscoa Ferrão apela à criação de mínimas condições sanitárias pelos gestores dos centros infantis, de modo a que se acelere o processo de adaptação ao novo normal no sector da Educação.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos