O País – A verdade como notícia

Escolas da cidade de Maputo já têm 21 casos da COVID-19

As escolas da cidade de Maputo tinham, até a manhã desta segunda-feira, o registo de 21 casos do novo Coronavírus em alunos e professores e as autoridades alertam que a situação tende a piorar.

Segundo Sheila Davuca, responsável de saúde escolar na Direcção de Serviços Sociais da Cidade de Maputo, depois de um longo período sem registo de casos, até 8 de Julho já tinham sido registados, nas escolas da capital, 14 casos positivos. Entretanto, os números continuam a aumentar e, esta segunda-feira, os dados foram actualizados.

“De 14 que tínhamos na semana passada, até esta manhã, já temos conhecimento de 21 casos, ou seja, aumentaram de 14 para 21, e temos ainda outros 28 suspeitos, que aguardam em casa o resultado dos testes”.

Davuca diz que, de acordo com a informação dada pelas escolas, os referidos 28 casos suspeitos têm sintomas da COVID-19 e foram encaminhados às unidades sanitárias, onde foram submetidos ao teste.

A cidade de Maputo conta com  262 escolas  e  343 mil alunos. Apesar dos casos reportados, as autoridades consideram que a situação está controlada.

“Sempre que registamos um caso, reportamos ao Ministério para análise e um possível comando para se encerrarem as escolas, mas, como ainda estamos no controlo da situação, nenhuma foi encerrada”, avançou a fonte.

A responsável de saúde escolar disse que, de forma multissectorial, o assunto do encerramento das escolas vem sendo debatido e, se se julgar necessário, as escolas serão encerradas.

Dos 21 casos positivos registados nas escolas da cidade de Maputo, apenas um está internado e os outros cumprem o isolamento domiciliar. A Escola Primária da Polana Caniço é um dos estabelecimentos de ensino com casos positivos já registados pelas autoridades.

Absalão Munguambe, director da escola supracitada, contou que o caso foi detectado semana passada e o encarregado de educação é que informou a escola sobre isso.

“É um aluno de oito anos que frequenta terceira classe; passou mal em casa e os pais submeteram-no ao teste, tendo acusado positivo. Dizem que é o primeiro caso na família.”

Munguambe diz que, quando tiveram conhecimento do caso, informaram a Direcção de Educação da Cidade de Maputo, que deu ordem para o contínuo das aulas com a condição de desifectarem as salas de aula e garantirem o seguimento escrupuloso das outras medidas de prevenção do Coronavírus.

Refira-se que parte dos casos activos nos últimos dias é de crianças em idade escolar. Até domingo, 5.185 crianças dos cinco aos 14 anos já tinham testado positivo para o novo Coronavírus no país, desde o início da pandemia.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos