O País – A verdade como notícia

Eni quer contratar serviços diversos para suas operações na bacia de Angoche

A petrolífera italiana Eni prevê iniciar com a perfuração do primeiro poço de extracção de gás e petróleo no norte de Moçambique, a partir do primeiro trimestre de 2021. Os trabalhos serão realizados na bacia de Angoche, em Nampula.

A gigante italiana Eni, através da sua surcusal em Moçambique, lançou esta sexta-feira uma série de manifestações de interesse para a contratação de vários serviços para suas operações de extracção de hidrocarbonetos na Área A5-A, da bacia de Angoche, em Nampula.
 
As empresas têm até 24 de Setembro corrente, para submeter as suas propostas à Eni, uma vez que o início da perfuração do primeiro poço de extracção de gás e petróleo deverá ocorrer no primeiro trimestre de 2021.
 
Constam do leque dos serviços solicitados pela Eni em Moçambique, o fornecimento de tubo de revestimento, conexão e instalação de tubos de revestimento, cimento, perfuração direcional, brocas de perfuração, recuperação e ‘milling’, quatro cabeças de poço e serviços afins, suspensor de ‘liner’ e serviços afins, diagrafia das lamas, materiais de lama e seus aditivos e serviços aéreos por helicópteros.
 
Já na Área 4, da Bacia do Rovuma, também no norte de Moçambique, a petrolífera norte-americana da ExxonMobil, pretende contratar empresas que possam fornecer serviços de transporte de passageiros de asa fixa e de carga ligeira.
 
Estes serviços serão necessários entre Johanesburgo e Maputo, conectando com Beira, Nacala, Nampula, Pemba e outros aeroportos na província de Cabo delgado.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos