O País – A verdade como notícia

Energia de Songo para testar liderança dos “touros”

Foto: OC-Desporto Moz

A 18ª jornada do Moçambola 2021 terá dois jogos de destaque, nomeadamente os embates entre Black Bulls e União Desportiva de Songo e entre Ferroviário da Beira e o de Nampula. Os “locomotivas” de Lichinga terão pela frente a Associação Desportiva de Vilankulo num jogo para se aproximar da liderança.

Um jogo, várias emoções! É o que se pode dizer do embate entre “touros” e “hidroeléctricos”, domingo, no Complexo de Tchumene, na Matola.

Trata-se de duas equipas que há muito vêm protagonizando uma perseguição frenética, apenas interrompida pela derrota caseira da União Desportiva de Songo, na última jornada, em casa, diante do Ferroviário de Nacala, que deixou a equipa mais longe da liderança, agora a 10 pontos do seu adversário.

Mas, são pontos que a turma de Caló quererá reduzir, bastando para tal que vença, resultado que espevitaria uma luta titânica pelos restantes perseguidores. É que uma derrota da Black Bulls pode catapultar o Ferroviário da Beira e o de Lichinga a uma perseguição ainda mais acesa, uma vez que a diferença pontual estaria ainda mais reduzida. Claro, quando conjugada com vitórias destas duas equipas. E até a União Desportiva de Songo estaria a alimentar esperanças de chegar no topo.

Porém, uma vitória dos “touros” faz accionar os alarmes dos potenciais candidatos à conquista do Moçambola, uma vez que a equipa de Tchumene estaria a aumentar o fosso pontual com os directos perseguidores e potenciais candidatos.

Vale recordar que, na primeira volta, a Black Bulls foi a Songo vencer por claros 1-4, com Ejaita a ser o “touro” do dia, ao apontar três golos que ajudaram o jogador a liderar a lista dos melhores marcadores.

A questão que se coloca é se Ejaita estará de volta depois de dois jogos ausente devido à lesão. Talvez por isso o empate no Estádio da Machava sem abertura de contagem.

Um jogo de tira-teimas que fechará a jornada e que culminará com uma paragem de duas semanas, para dar lugar aos jogos da selecção nacional de qualificação ao Mundial do Qatar, em 2022.

 

“LOCOMOTIVAS” EMBATEM-SE NO CHIVEVE

Ainda no domingo, mais dois jogos para aquecerem a tarde. No Chiveve, o Ferroviário da Beira persegue os bons resultados, nomeadamente, a quarta vitória consecutiva e a repetição do resultado da primeira volta, diante do seu adversário, o homónimo de Nampula, quando venceu por 1-2.

Depois da goleada sofrida no arranque da segunda volta diante do Costa do Sol, os “locomotivas” de Chiveve somaram por vitórias, ainda que tangenciais, os três jogos posteriores e, diante do homónimo de Nampula, quererão manter a senda vitoriosa.

Contudo, a equipa da capital do norte não fica atrás. Para além da desforra, quer apagar a má imagem deixada na última jornada, em que perdeu em casa com outro Ferroviário, o de Lichinga, por duas bolas sem resposta. Até porque tem fome de vitórias para fugir, o quanto antes da zona perigosa em que se encontra, dependente dos directos adversários para saber se desce à zona da despromoção ou se mantém na zona da manutenção, ao final da jornada. São apenas três pontos que o separa do Desportivo Maputo, primeira abaixo da linha d’água.

Já o Ferroviário de Maputo, que vê-se cada vez mais longe do top, quer reerguer-se e, este domingo, vai a Soalpo procurar a vitória que mantenha a equipa na esperança de chegar à liderança, pese embora passe a depender mais dos adversários que estão acima. Os “locomotivas” da capital estão a 12 pontos da líder e estão cientes de que são vitórias que os separam da liderança. Para tal, têm de vencer os jogos todos e esperar pelo deslize do pelotão da frente.

E encontra uma equipa ferida no seu orgulho, depois da derrota na jornada anterior que a coloca na cauda, em troca com o Matchedje de Mocuba. E, certamente, terá imensas dificuldades, este Textáfrica do Chimoio, para se impor diante do Ferroviário de Maputo.

Todavia, para uma equipa grande que perde com lanternas vermelhas, tal como aconteceu diante do Matchedje de Mocuba, tudo pode acontecer com esta “locomotiva” de Maputo, que anda muito à deriva.

 

DOIS JOGOS INTERESSANTES NO SÁBADO

No sábado, teremos duas partidas para aquecer a jornada 18. Antes da interrupção, Artur Semedo procura somar a primeira vitória no comando dos “canarinhos”, na recepção ao Matchedje de Mocuba. Parece tarefa fácil, olhando para o poderio e jogadores de cada equipa, mas Nacir Armando é “macaco velho” no Moçambola e, tal como fez com Ferroviário de Maputo, pode surpreender no ninho de Matchiki Tchiki.

No entanto, o Costa do Sol parece já estar a jogar a “sem medo” e pode aproveitar para somar três preciosos pontos que vão catapultar a equipa para a retoma, em Setembro.

Já em Nacala, haverá um embate entre aflitos, com o Ferroviário local, ainda que mais tranquilo, a receber o Desportivo Maputo. Uma derrota pode ser prenúncio do início da despromoção para os “alvi-negros” e, por isso, quererá dar por tudo para evitar um resultado negativo, que seria o segundo consecutivo.

E o empate na primeira volta pode ser o pé pelo qual Satar Salvado vai apoiar-se para sonhar com, pelo menos, um pontinho.

 

JORNADA ABRE AMANHÃ, SEXTA-FEIRA

A jornada 18 do Moçambola abre esta sexta-feira com o Ferroviário de Lichinga à procura da aproximação ao segundo posto, diante da Associação Desportiva de Songo. Está a cinco pontos do seu homónimo da Beira e, em sua casa, só teve apenas uma derrota, na primeira vez que lá jogou. De lá para cá, só sabe ter bons resultados e esta é mais oportunidade para somar três pontos.

Entretanto, os “hidrocarbonetos”, já sem Victor Mayamba, querem voltar a vencer, depois do empate caseiro diante do Costa do Sol e, quem sabe, repetir a vitória da primeira volta. Um jogo com prognóstico difícil.

Incomáti de Xinavane a receber a Liga Desportiva de Maputo. As duas equipas vêm de resultados contrários na jornada passada, em que os “açucareiros” perderam em casa e a Liga Desportiva venceu em casa.

Na primeira volta, a turma de Maputo venceu à tangente e Dário Monteiro quer conseguir quanto cedo a manutenção, mas, para tal, deve repetir o mesmo resultado alcançado em Maio passado.

Este, tal como os embates Costa do Sol vs Matchedje de Mocuba e Black Bulls vs UD Songo, terá transmissão em directo na Stv Notícias.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos