O País – A verdade como notícia

Enchentes e desordem marcam os dias que antecedem natal na Junta

Foto: O País

Mais de 150 carros saíram do Terminal Rodoviário Interprovincial da Junta, na Cidade de Maputo, entre as 04 e 09h00 desta quinta-feira, para diferentes províncias.

Enchentes e desordem é o que se viveu nas primeiras horas de hoje, com pessoas aflitas para chegarem aos seus destinos, onde pretendem passar as festas.

Desesperados, a confusão estava instalada, as pessoas corriam de um lado para outro, atrás de um carro, outros sentavam-se no chão, em qualquer lugar e a cena que chamava mais atenção era de crianças a dormirem junto a um depósito de lixo.

Segundo os relatos, na sua maioria os passageiros chegaram ao local às quatro da manhã, mas enfrentavam dificuldades para viajar. Alberto Carlos é disso exemplo, saía de Namaacha e ia a Bilene-Macia passar as festas com seus familiares.

“Estamos aqui há muito tempo, não há carros e os poucos que chegam aqui, seleccionam passageiros, carregam apenas os que têm carga e saem, nós que levamos uma pasta apenas não, nos levam”, queixou o viajante.

Hilário Massingue é outro queixoso, vem da África Do Sul com destino para a província de Inhambane, e conta que os preços aqui variam de pessoa para pessoa, uns cobram 1500 outros 1800 para destinos cujos preços reais não passam dos 1000 meticais.

Enquanto os passageiros reclamam por um lado, por outro, os transportadores justificam que a falta de transporte naquele local, deve-se ao facto de os carros que saem depois das 14 horas não chegarem a Inhambane no mesmo dia, devido à proibição de circular depois das 21 horas.

“Já falamos com o Governo, para pelo menos nesta quadra festiva permitirem para trabalhar mesmo durante a noite, porque há muita demanda aqui, não se justifica um carro que vai a Inhambane levar dois dias para chegar, num momento em que há escassez de carros”, referiu João Chaduma, Chefe da Praça.

Por conta da enchente no terminal, houve necessidade de reforço, foram acrescentados 20 autocarros da Empresa Municipal de Transporte de Maputo,EMTPM, conforme explicou o Adjunto Gestor da Junta, Zamotite Muchanga.

“Só esta manhã, desde às quatro horas até agora, nove horas já saíram daqui 150 carros, para todos cantos do país, mas percebemos que a maior procura aqui, é para Gaza e Inhambane”, informou.

Para além dos carros que saem deste terminal, outros chegam vindo da vizinha África do Sul, só esta manhã deram entrada naquele terminal entre mais de 80 carros, uns chegavam para descarregar e voltar para África do Sul e outros continuavam para as outras províncias do país.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos