O País – A verdade como notícia

Encerrada base militar da Renamo em Zóbuè

Mais 360 guerrilheiros da Renamo foram desarmados, em Zóbuè, província de Tete, no âmbito do processo de Desmilitarização Desmobilização e Reintegração (DDR). Na sequência, mais uma base foi encerrada.

“Com isto, assinalamos um marco significativo na implementação do Acordo de Paz e Reconciliação Nacional de Maputo (Acordo de Maputo), com mais de metade (52%) dos 5.221 beneficiários do DDR agora desmobilizados e na sua jornada para a reintegração económica e social na vida civil”, diz Mirko Manzoni, enviado pessoal do Secretário-Geral das Nações Unidas e presidente do grupo de contacto, em comunicado de imprensa.

A base de Zóbuè constitui a décima já encerrada, de um total de 16.

Mirko Manzoni explica que “este progresso constante realça a natureza irreversível do processo de paz e sublinha o empenho de ambas as partes na conquista da paz definitiva”.

No comunicado a que temos vindo a citar, o enviado pessoal do Secretário-Geral das Nações Unidas apela a todos os actores do processo de DDR “para que se associem activamente e mantenham o seu pleno compromisso na causa da paz definitiva em Moçambique”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos