O País – A verdade como notícia

Empresas assinam acordo para projectos nos países de língua portuguesa

Empresas públicas de Portugal e China assinaram, quarta-feira, em Lisboa, um memorando de entendimento para o desenvolvimento de infra-estruturas de transporte, rodoviárias e ferroviárias, nos países de língua portuguesa, que poderá estender-se também ao Brasil.

O protocolo, assinado nas instalações da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) entre a IP Engenharia/Grupo Infra-estruturas de Portugal e a China Tiesiju Civil Engineering Group/China Railway Engineering Corporation, permitirá intervir em Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau, nos projectos “que cada país necessitará mais para se desenvolver e estimular a economia local.”

O vice-presidente da China Tiesiju Civil Engineering Group/China Railway Engineering Corporation, Shao Gang, disse que uma comissão mista das empresas portuguesas e chinesas reunir-se-á em Janeiro próximo para elaborar um calendário para a realização prática do acordo de parceria.

Shao Gang aludiu ainda à possibilidade de governos de países africanos de situação financeira débil poderem recorrer “a empréstimos” concedido pela China, “em condições vantajosas”, porém assinalou que “estas situações terão de passar” pelos governos de Portugal e da China.

A empresa pública chinesa assinou igualmente um protocolo de características idênticas com a construtora Teixeira Duarte, em cerimónia que teve também a presença do embaixador da China em Portugal, Cai Run, e do presidente da AICEP, Luís Castro Henriques, de acordo com a agência noticiosa Lusa.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos