O País – A verdade como notícia

Empresários em Cabo Delgado mostram-se desesperados com a intensificação da violência em Palma

Os empresários em Cabo Delgado estão desesperados com as incertezas que surgem por conta da intensificação da violência em Palma. Há muitas encomendas canceladas, projectos adiados e sonhos que se perdem.

Cabo Delgado era a terra de esperança. O anúncio do avanço do projecto da fábrica de gás natural na penísula de Afungi, em Palma, animou os empresários que se posicionaram na cidade de Pemba para a prestação de serviços.

O sector de hotelaria e turismo é dos que procuraram, no primeiro momento, marcar posição, mas os últimos incidentes de segurança em Palma deitam sonhos abaixo.

“É impossível neste momento prever o real impacto. Neste momento o foco deve estar no impacto humano, que neste momento é imensurável. Temos vários mortos, feridos e deslocados. Estamos a falar de centenas ou até milhares de pessoas nessa situação”, disse Assif Osman.

A situação está confusa em Cabo Delgado. O ataque dos  terroristas na quarta-feira fez recuar muitos investimentos e até navios que estavam ao largo do distrito de Palma vieram posicionar-se em Pemba. O Presidente do Conselho Empresarial Provincial, Júlio Sethy, resume o sentimento dos empresários como estado de choque. O ataque dos  terroristas na quarta-feira fez recuar muitos investimentos e até navios que estavam ao largo do distrito de Palma vieram posicionar-se em Pemba.

“Temos empresários que entraram em contacto a informar que tinham encomendas para enviar a Afungi e já não sabem o que vai acontecer”, rematou Sethy.

 

1

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos