O País – A verdade como notícia

Empresários dos EUA deverão ser maiores investidores em Moçambique

Empresários norte-americanos deverão ser nos próximos anos os maiores investidores em Moçambique. A revelação foi feita hoje pelo embaixador dos Estados Unidos, após se despedir do Presidente da República.

Chegou a Maputo no início de 2016 e passados cerca de três anos Dean Pittman voltou à Presidência da República desta vez para despedir-se de Filipe Nyusi. Na hora de balanço, o embaixador dos Estados Unidos disse que o seu país coloca anualmente cerca de 500 milhões de dólares para financiar projectos em vários sectores, com destaque para educação, saúde e agricultura. Do maior doador do país, os Estados Unidos pretendem tornar-se também no maior investidor em Moçambique.

Para tornarem-se no maior investidor, os Estados Unidos da América enfrentam a concorrência da China, potência a quem Washington tem lançado duras críticas. Mas Dean Pittman disse esperar que os contratos celebrados com  a China sejam benéficos para os países africanos.

Durante a sua presença em Maputo, Dean Pittman envolveu-se no processo de pacificação e, na hora do adeus, o diplomata  norte-americano reconhece que é um processo difícil e que exige confiança das partes para o sucesso das negociações.
 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos