O País – A verdade como notícia

Empresa alemã Muhlbauer é a nova provedora de cartas de condução

A empresa alemã Muhlbauer é a nova provedora dos serviços de produção e impressão de cartas de condução biométricas. O grupo seleccionado depois de um concurso público vai substituir a Brithol Michcoma, que suspendeu o contrato devido a uma dívida de 40 milhões de Meticais.

Desde Dezembro do ano passado, ou seja, há cinco meses que não são imprensas cartas de condução biométricas em Moçambique, mas o problema parece estar próximo do fim.

A Unidade Gestora e Executória das Aquisições no Instituto Nacional de Transportes Rodoviários (INATRO) faz saber, através de um anúncio de adjudicação que a empresa Muhlbauer High Tech Internacional é que venceu o concurso público lançado a 22 de Janeiro passado e será a nova provedora do serviço de produção, impressão e fornecimento da carta de condução biométrica.

Trata-se do mesmo grupo que em 2017 ganhou o concurso público para a produção de bilhetes de identidade.

A empresa Muhlbauer vai substituir a Brithol Michcoma, que vinha prestando os serviços, mas tendo-os suspendido na sequência de uma dívida de 40 milhões de Meticais, num contrato que estava a ser implementado sem o incontornável visto do Tribunal Administrativo.

Entretanto, o novo provedor prepara-se para assumir a responsabilidade de produzir e imprimir cartas de condução, num cenário em que a Brithol ainda não foi paga. Segundo soube o “O País”, de fonte próxima ao processo, a empresa pretende levar o Estado ao Tribunal exigindo pagamentos pelos serviços prestados.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos