O País – A verdade como notícia

Emergem focos de xenofobia na África do Sul e há três mortos

Entre sábado e domingo, casos de violência contra estrangeiros agravaram-se em Joanesburgo, depois de terem circulado relatos sobre o assunto há três dias.

Conforme escreve a imprensa local, em Jappestown por exemplo, pelo menos três pessoas morreram após a casa onde se encontravam a dormir ter sido incendiada por indivíduos desconhecidos. Há ainda relatos vandalização e roubos em estabelecimentos comerciais supostamente pertencentes a estrangeiros, situação que motivou a intervenção da Polícia e a detenção de mais de 30 suspeitos.

Outro bairro de Joanesburgo onde se regista a instabilidade é a região de Malvern, onde lojas de estrangeiros foram assaltadas e uma concessionária de automóveis incendiadas.

Em declarações à imprensa, a Polícia garantiu ter controlado as manifestações, entretanto apelou aos automobilistas a evitarem a Jules Street, uma conhecida avenida de Malvern, na cidade de Joanesburgo. Imagens postas a circular nas redes sociais ilustram a violência que está a deixar alguns estrangeiros em situação de insegurança, conforme relatam aos meios de comunicação locais.

“O País” apurou de fontes diplomáticas que não há moçambicanos entre as vítimas mortais registadas em Joanesburgo. Esta não é a primeira vez este ano em que focos de violência contra estrangeiros emergem na África do Sul. A última vez foi em Abril, quando sul-africanos atacaram cidadãos do Malawi, em três bairros de Durban.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos