O País – A verdade como notícia

“Em tempo oportuno a Polícia vai apresentar os resultados”

Já se passam quase duas semanas desde que vídeos amadores com actos de violência, tortura e humilhação a cerca de 20 garimpeiros, em Namanhumbir, província de Cabo Delgado, chocaram os moçambicanos.

Na primeira reação às cenas de violência protagonizadas por supostos agentes da Unidade de Intervenção Rápida, o ministro do Interior é curto e breve. Reitera o pronunciamento do Comando-geral da Polícia, segundo o qual a corporação está a investigar e pede paciência.

“Recomendo paciência. Em tempo oportuno a Polícia vai aparecer e apresentar os resultados. Sugiro que tenhamos a paciência de aguardar. Neste momento está a ser feito trabalho de averiguação e apuramento das responsabilidades”, referiu Basílio Monteiro.

Recentemente, um cidadão morreu baleado pela Polícia, em Tete, quando a população no bairro de Nhatchere, em Moatize, manifestava-se contra a vedação de uma área de concessão mineira pertencente a mineradora Vale. Jaime Basílio Monteiro volta a pedir paciência e tempo para trabalhar.

“Eu apelo a contenção e paciência. Há trabalhos que exigem tempo e não devemos nos precipitar”

Para os dois casos, a Polícia anunciou a criação de equipas de investigação para apurar as circunstâncias em que ocorreram.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos