O País – A verdade como notícia

“Eloise” destrói lar de 12 mil pessoas na Zambézia

Pelo menos doze mil pessoas viram as suas casas destruídas na província da Zambézia, na sequência da passagem do ciclone Eloise. A informação foi revelada por Max Tonela, ministro dos recursos minerais e energia e chefe de uma brigada do Governo central que avalia os impactos da tempestade naquele ponto do país.

 

Max Tonela explicou que, para além da destruição de casas, várias escolas e infra-estruturas de fornecimento de corrente eléctrica foram afectadas, ainda decorrente do evento ciclónico. “Temos, felizmente, dentro de 20 horas a capacidade de fazer a retoma da energia que afectou cerca de 33 mil clientes da empresa Electricidade de Moçambique na província da Zambézia”.

Dos quatro distritos afectados pela intempérie, actualmente apenas o distrito de Chinde continua totalmente sem corrente eléctrica. Todavia, no terreno as brigadas destacadas vão avaliar os estragos e trazer possíveis soluções.

 

Para além da Zambézia, a província de Sofala foi igualmente afectada pelo “Eloise”. A cidade da Beira ficou algumas horas sem energia, com a retirada de funcionamento da subestação da Munhava como forma de evitar danos.

“Também tivemos danos em Búzi, Muxungué entre outros que se encontram sem energia até ao momento. Temos também situação idêntica na zona sul do país, concretamente província de Inhambane, como Vilanculo e Govuro que afectou o fornecimento de energia ao distrito de Machanga em Sofala”, disse o dirigente.

 

DISTRITO DE CHINDE SEM SERVIÇOS DE DADOS E VOZ  

 

Os serviços de dados e voz disponibilizados pelas operadoras de telefonia móvel ficaram afectados depois da passagem do ciclone Eloise. A vice-ministra dos Transportes e Comunicações, Manuela Rebelo, fez uma avaliação dos danos na província da Zambézia e disse que a Movitel, bem como a Vodacom já estão a funcionar, embora com pequenos problemas. Já o distrito de Chinde continua com problemas no acesso aos serviços de dados e voz.

“Em Quelimane está uma grande equipa para a solução da espinha dorsal. Na sequência a província de Nampula está afectada e por isso é importante que solucione a espinha dorsal que está aqui”.

 

Na quarta-feira as equipas de trabalho no terreno voltarão a reunir-se para avaliar e encontrar soluções para a cada situação no terreno.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos