O País – A verdade como notícia

Elevados índices de casamentos prematuros preocupa Manica

O elevado registo de casos de casamentos prematuros e gravidezes precoces nos distritos de Vandúzi e Macate na província de Manica, levou o grupo alvo a juntar-se à mesma mesa para debater estratégias do seu combate.

Ao nível da região Centro do país, a província lidera em índices de casamentos prematuros, com estatísticas a apontarem para 59.2 por cento, enquanto que as gravidezes precoces rondam nos 43 por cento. Estes números preocupam o governo, que tem desencadeado acções para o combate a estes fenómenos, destacando-se, entre outras, o encorajamento da rapariga a apostar em formações técnico-profissionais para incentivar as demais a apostarem na sua formação. 

Adelina Randinho, secretária permanente do Governo distrital de Guro, avançou que o executivo tem estado a apostar na nomeação de mulheres para cargos de chefia, outra medida que encoraja a rapariga a prosseguir os estudos.

Mais do que esperar das acções do governo, neste encontro promovido pela Jossoal, que trabalha em prol da reintegração da rapariga na escola, as participantes comprometeram-se igualmente a travar tais situações que tem estado a provocar desistências escolares, comprometendo o seu futuro.

Para Yolanda Tafadzua, oficial de monitoria e avaliação na Jossoal, para que haja resultados no que tange a redução dos casamentos prematuros, urge a necessidade de envolver os pais, encarregados de educação, líderes religiosos e outros extractos sociais nas acções de mobilização para o combate ao fenómeno que grassa a rapariga.

Além dos distritos de Macate e Vandúzi, a organização pretende estender as suas actividades de combate aos casamentos prematuros para os restantes pontos da província de Manica.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos