O País – A verdade como notícia

Educação expulsou 164 professores em um ano

O Ministério de Educação e Desenvolvimento Humano expulsou do Aparelho do Estado, nos últimos 12 meses, 164 professores, por prática de várias irregularidades que atentam contra a imagem do sector e comprometem o desenvolvimento do país.

A revelação é da ministra de Educação e Desenvolvimento Humano, Conceita Sortane, que aponta a corrupção, assédio sexual, falsificação de certificados de habilitações literárias e desvio de fundos como as principais causas que ditaram o afastamento de docentes.

A ministra deu a conhecer estas noticias recentemente, em Chimoio, durante o balanço da visita que efectuou a província de Manica, tendo na ocasião lançado um apelo aos profissionais do sector para pautar por um comportamento responsável no exercício das suas funções e a evitar  actos que afectem negativamente do professor em particular e do  sector em geral .

"Nosso governo é por uma educação que promove a transmissão de valores em que o saber ser, estar, fazer e, também, saber viver juntos constituem principais pilares para formação do homem. Aliás, é necessário apostar em tudo isso porque é lá onde adquirimos conhecimento. O professor deve promover estes valores todos e distanciar-se de actos que atentam contra a imagem do sector e comprometem sobremaneira o desenvolvimento de uma nação", disse a ministra.

Acrescentou que "está é a via ideal para construção de uma nação próspera e por um desenvolvimento sustentável para todos moçambicanos. Por isso, o professore deve ser o espelho da sociedade, não promotor do mal. Nós como governo continuaremos atentos para identificar esses profissionais que apresentam condutas duvidosas e poderão ser penalizados".

Noticia AIM que, a governante lembrou que no contexto do capital social humano a educação tem sido o recurso que alimenta vários sectores, com destaque para área de direcção, chefia, entre outros níveis.

"Por isso, é imprescindível que pautem por um comportamento exemplar, obedecendo escrupulosamente todos princípios emanados na lei. Sejais um exemplo. Por onde passa a sociedade ,deve ver que está ali um professor ou educador para que sirvam de espelho para os vossos educandos. Distanciam-se de actos corruptos, assédio sexual e outras práticas que vão contra a lei. Saibam que carregam responsabilidades porque sois a chave do desenvolvimento de um país", frisou.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos