O País – A verdade como notícia

Edil de Quelimane quer penalizar barracas nos passeios

A cidade de Quelimane está a registar uma proliferação de barracas ao longo dos passeios obstruindo a transitabilidade dos peões. Essa situação tem vindo a ganhar terreno em plena contradição com a postura municipal.

Manuel de Araújo, edil de Quelimane, mostra-se insatisfeito com a situação e diz que vai tomar medidas de penalização para os prevaricadores caso não saiam voluntariamente daqueles espaços ocupados de forma ilegal.

Não raras vezes, sobretudo aos fins de semanas, é possível ver muitos estilhaços de garrafas de cerveja que cidadãos depois de embriagados partem, ao longo das avenidas, colocando em causa a saúde dos munícipes e sujando a cidade.

Recentemente questionamos ao edil de Quelimane sobre a legalidade destas barracas. E este respondeu com clareza nos seguintes termos "eu pessoalmente sou a pessoa que não autoriza a existência de barracas nesta cidade" disse o edil acrescentando que, "eu até tenho dito num tom provocatório que os que construíram esta cidade quando colocaram os passeios não era para colocar bancos, muito menos barracas. Acho que há pessoas que se aproveitam de alguma desatenção nossa para abusar".

Manuel de Araújo pede aos proprietários das barracas para voluntariamente abandonarem os passeios, imediatamente, sob pena do conselho municipal tomar medidas punitivas aos prevaricadores.

"Nos vamos de acordo com a postura municipal tomar medidas. Eu compreendo que não há emprego para obtenção da renda das famílias mas ainda assim não vamos transformas as nossas cidades em barracas".

O edil foi mais longe ao afirmar que todos os requerimentos que tem recebido para colocar restaurantes em jardins a resposta é "não autorizo" e se alguém autorizar dentro do conselho municipal fora do edil é uma acção ilegal " e já agora peço aos munícipes para não submeterem pedidos para colocação das barracas porque eu não vou autorizar e ponto final", acrescentou.

O nosso Jornal sabe que a polícia municipal já começou a trabalhar por forma a acabar com a colocação das barracas nos passeios.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos