O País – A verdade como notícia

Ébola volta a matar na República Democrática do Congo

O novo surto de ébola declarado na República Democrática do Congo (RDC) afecta duas províncias do nordeste do país, Kivu do Norte e Ituri, e, até ao momento, há 13 casos confirmados e três mortes, segundo o Ministério da Saúde, escreve a DW.

No total, o Ministério contabiliza 43 casos (13 confirmados e 30 prováveis) e investiga outros 33. As autoridades registaram ainda a morte de 33 pessoas com sinais do vírus.

Os dados já foram confirmados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) que alerta para o facto de o surto atingir uma zona de conflito no leste do país, o que pode dificultar os esforços para travar o vírus. A região afetada, nas províncias de Kivu do Norte e Ituri, acolhe mais de um milhão de deslocados.

A área mais afetada é Mabalako, em Kivu do Norte, mas já há três casos confirmados na cidade de Beni, um dos principais núcleos da província, segundo a última informação do Ministério de Saúde, divulgada ao final da noite de sábado (04.08) e com dados compilados até 3 de agosto.

Em Ituri, na fronteira com Uganda e Sudão do Sul, não há nenhum caso confirmado até agora, mas prováveis e em investigação.

Segundo a OMS, o caso que alertou as autoridades de saúde foi a morte de uma mulher de 65 anos na cidade de Mangina, enterrada sem as medidas de segurança necessárias e que infectou vários membros da sua família, sete dos quais morreram.

Com o alerta, as autoridades congolesas encontraram casos anteriores a este e até agora foram registados 879 possíveis contatos com a doença.

Foram instalados laboratórios móveis em Beni e outras localidades e espera-se que os primeiros centros de tratamento de ebola sejam abertos em breve em Mangina, Beni e Goma (capital de Kivu do Norte).

Este surto de ébola foi declarado na quarta-feira passada, oito dias depois de o ministro da Saúde, Oly Ilunga, declarar o fim de um surto na província de Equador que fez 33 vítimas mortais desde Maio.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos