O País – A verdade como notícia

“É tempo de fazer o que tem que ser feito”, diz novo PR de Cabo Verde

Foto: Terra Longe

O recém-eleito Presidente de Cabo Verde, José Maria Neves, tomou posse nesta terça-feira. Durante o seu discurso, após tomar posse, Neves disse que a reconstrução do país após a pandemia da COVID-19 é a maior prioridade e, para que tal aconteça, é necessário que haja articulação de toda população cabo-verdiana.

Segundo José Maria Neves, para que aquele país africano possa ressurgir das sequelas deixadas pela pandemia viral nos diversos sectores, com destaque para o económico, é preciso que haja união, fusão de ideias e liberdade de expressão. “Precisamos de debater ideias que vão de acordo com as nossas necessidades (…) no sentido de resultados”, frisou. E, mais, “devemos estar empenhados para a criação de boas condições”.

Já com metas e caminhos traçados para a execução de seu mandato, o novo Chefe de Estado cabo-verdiano apelou à população para que respeite a justiça e promova sempre o diálogo para a resolução de problemas e busca de soluções.

Ainda neste diapasão de diálogo, Neves apelou para o envolvimento, também, do Governo, sociedade civil e outros órgãos do país.

No rol das suas prioridades, José Maria Neves destacou o combate à violência baseada no género e a defesa da parceria entre o Governo e a União Africana.

Na sua primeira intervenção como Presidente de Cabo Verde, Neves chamou a razão dos cabo-verdianos para que se engajem na maratona da redução da emissão dos gases com efeito de estufa, assunto que tem sido tónica dominante na conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP26).

O novo Chefe de Estado mostrou-se preocupado pelo facto de “a humanidade ter pouco tempo para agir” de modo que se reduza o impacto das mudanças climáticas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos