O País – A verdade como notícia

É preciso apostar na agricultura sustentável para garantir conservação do solo

As mudanças climáticas, que têm sido registadas um pouco por todo o mundo, provocadas pelas crescentes acções de emissão de gases de efeito de estufa, têm colocado desafios aos vários sectores de produção.

Para os especialistas, estas mudanças estão por detrás das oscilações da produtividade agrícola em todo o mundo, o que torna urgente a adopção de medidas estratégicas para atender a demanda por alimentos, fibras e energia de modo sustentável.

Reflectindo em torno do tema “Produção responsável e resiliente às mudanças climáticas”, na III edição da MOZGROW, os oradores foram unânimes em afirmar que a agricultura, que é praticada em várias partes do mundo, não é sustentável, na medida em que se preocupa mais com o alcance dos resultados do que com a sustentabilidade das suas acções.

Teresa Alvez, pesquisadora do Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM), defende a necessidade de se apostar em estratégias de produção agrícola que não prejudiquem o meio ambiente.

As queimadas descontroladas, a destruição de florestas, entre outros elementos, são, para a investigadora, um dos elementos negativos para o nosso ecossistema.

Com as mudanças climáticas, Teresa Alvez diz que é necessário que as investigações agrárias sejam feitas na perspectiva de garantir que os nossos solos voltem a produzir alimentos de qualidade como vinha sendo.

“É preciso que sejam envolvidas as comunidades nos debates, para que, junto dos que trabalham directamente a terra, possamos encontrar soluções sustentáveis de produzir sem destruir”, explicou.

1

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos