O País – A verdade como notícia

Dominguez “is back”

Foto: O País

Dominguez, Mexer e Edmilson estão de volta aos Mambas. A novidade consta da convocatória anunciada na manhã de hoje, por Chiquinho Conde, para os jogos contra Costa do Marfim e Malawi, referentes às duas últimas jornadas de qualificação ao Mundial Qatar 2022.

“Is back”! Elias Gaspar Pelembe, Dominguez para os aficionados pelo futebol ou simplesmente puto maravilha para os seus admiradores, voltará a vestir a camisola dos Mambas. Preterido nos últimos jogos dos Mambas, na campanha a qualificação ao Mundial de Qatar 2022, Dominguez volta à selecção nacional de futebol, pelas mãos de Chiquinho Conde, para nos dias 13 e 16 de Novembro, defrontar Costa do Marfim e Malawi, em jogos da quinta e sexta jornada, respectivamente, de caminhada ao Mundial.

Aliás, aquando da sua apresentação na terça-feira, o técnico tinha deixado claro que os Mambas seriam Dominguez e mais 10. Um claro assim foi, assim será!

Não só volta à selecção Dominguez, com ele voltam numa lista que inclui 23 jogadores, Edson Sitoe, (Mexer), Edmilson Dove, Célsio Baúque, Reginaldo Fait, Gildo Vilanculos e Geraldo Matsimbe, este último votado ao esquecimento há largos anos.

Kamo-Kamo e Wit também estão de volta, depois de terem falhado o último confronto contra os Camarões, por supostas perdas do passaporte a escassas horas da viagem e lesão, respectivamente.

Com os jogadores convocados e com a qualificação já perdida, o seleccionador nacional pretende formar uma equipa ofensiva e alegre a jogar, potenciando o que mais existe actualmente no país.

“Nós temos bons extremos. Vamos potenciar esse aspecto, jogando num 4-2-3-1”.

 

RAZIA DE CONDE

“Disse na minha apresentação que não vou inventar nada, vou usar a estrutura que existe”. Começou a justificar Chiquinho Conde a sua convocatória desta quinta-feira. Nela, a estrutura que já tinha sido montada por Horácio Gonçalves, não resistiu.

Nem a estrutura de Betão resistiu: Betão, Estevão Novela, Melque Alexandre, Victor, Danilo, Nené, Nilton e Candinho foram todos eles preteridos. Uma vez mais, o técnico justificou.

“Os jogadores que foram chamados são os melhores que temos. São habilidosos e terão a missão de representar os 30 milhões de moçambicanos”, diz o técnico para depois passar o “pano”.

“Os que cá não estão, não podem baixar os braços. Terão oportunidade de ser seleccionados”, minimizou.

Da convocatória anunciada hoje, que igualmente não inclui Malembane, apenas a baliza permaneceu intacta. Ernan Siluane, Victor Guambe e Ivan Urban mereceram atenção do antigo treinador do Ferroviário de Maputo, Maxaquene, Vilankulo FC, União Desportiva de Songo e Vitória do Setúbal (Sub-23).

Eis a lista dos convocados:

Guarda-redes:

Ernan Siluane – (Ferroviário de Maputo)

Victor Guambe – (Costa do sol)

Ivan Urrubai – (Black Bulls)

Defesas:

Sidique Mussagy – (União Desportiva de Songo)

Fidel de Sousa – (Black Bulls)

Zainadine Jr – (Marítimo)

Francisco Simbine – Marítimo

Mexer – Bordeaux

Martinho Thauzene – Black Bulls

Reinildo Mandava – Lille

Edmilson Dove – Cape Town City

Médios:

Manuel Kambala – Boroka Fc

Geraldo Matsimbe – AD Fafe

Shaquile Nangy –  (Ferroviário de Maputo)

Witness Quembo – Nacional da Madeira

Clésio Baúque-Marítimo

Dominguez – Royal AM

Luís Miquissone – Al Ahly

Gildo Vilanculos – Amora FC

Kamo-Kamo – Vitória de Setúbal

Geny Catamo – Sporting

Avançados:

Dayo António – (Ferroviário de Maputo)

Reginaldo Fait – Aqjaik

A selecção juntar-se-á, no dia 8 de Novembro, em Maputo, com os jogadores que militam internamente e na África do sul. No dia 10 do mesmo mês partirá para Benin, onde vai a Costa do Marfim, já com jogadores que actuam na Europa. Ainda no Benin, Moçambique vai jogar contra Malawi, tudo para evitar que os atletas possam viajar de a um outro país para jogar no dia 16, após o encontro que terá lugar no dia 13.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos