O País – A verdade como notícia

Dominguez de mal a pior na África do Sul

É difícil acreditar que uma equipa que se torna campeã nacional de um país numa temporada, na época seguinte, disputadas 12 jornadas, esteja a ocupar a última posição. É o caso do Bidvest Wits, da África do Sul, equipa do moçambicano Dominguez, que depois de conquistar o título nacional 2016/2017, esteja a enfrentar dificuldades nesta época 2017/2018. Ocupa a última posição, com 9 pontos, menos 10 que a líder surpreendente da prova, Baroka, com 19 pontos. E o mau início da época para Dominguez terá influenciado este mau momento do Wits, que em 11 jogos, venceu dois, empatou três e perdeu seis, tendo marcado apenas seis golos e sofrido 15.

Dominguez, que fez apenas cinco jogos pelo Wits, ainda não deu gosto ao pé, embora titular em todos os jogos. Na última jornada da PSL, a 21 de Novembro, na derrota (a terceira consecutiva) caseira diante do Sundowns por duas bolas sem respostas, Dominguez foi substituído aos 70 minutos, sem conseguir ajudar a sua equipa. Em um jogo Dominguez não saiu do banco e nos primeiros cinco jogos não foi convocado sequer para o banco devido a lesão.

 

Clésio titular na Grécia

No Panetolikos da Grécia está Clésio Baúque, uma espécie de amuleto da equipa. Não perdeu um único sequer nesta temporada, sendo titular em quase metade dos jogos. Entrou a substituir em três jogos e foi substituído em dois jogos. No último final de semana entrou aos 64 minutos do jogo para ajudar a sua equipa a vencer o Larissa por 3-1 e fugir da zona incómoda na tabela classificativa. O Panetolikos ocupa, disputadas já 12 jornadas, 13 pontos, menos 10 que o Olympiakos, que lidera a liga grega.

Clésio conta com apenas um golo na liga Grega, marcado ao Panathinaikos, na vitória da sua equipa por 2-0, em Setembro passado. Com um contrato que termina a 30 de Junho de 2019, Clésio está avaliado no mercado de transferência por 500 mil euros.

Outro avançado moçambicano a jogar fora de portas é Stanley Ratifo, que joga na equipa B do Colónia, depois de trocar o Koln no início da presente temporada. No Colónia, Ratifo só não fez dois dos 17 jogos da segunda liga alemã, tendo sido titular em 10 jogos e entrado a substituir em cinco jogos. Nos últimos jogos tem mostrado sua veia goleadora, tendo marcado dois golos, no mês de Outubro, diante do Wuppertaler e do Dusseldorf B, respectivamente nas vitórias por 6-3 e 3-1. No último sábado fez os 90 minutos na vitória diante do Alemanha Aechen por duas bolas sem resposta.

Ainda assim, o Colónia B está abaixo da linha da despromoção, na 16ª posição, 15 pontos, a dois de sair da zona do desconforto e a 16 do Koln, sua anterior equipa, que lidera a prova, com 36 pontos.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos