O País – A verdade como notícia

Dom Cláudio diz que COVID-19 afecta negativamente a fé cristã e fortifica a família

A Páscoa, que se celebra neste fim-de-semana, será, mais uma vez, vivida pelos cristãos, sem poderem se unir para juntos renovarem a sua fé, devido a medidas impostas pela Pandemia da COVID-19.

Por conta destas medidas, a igreja católica, na Beira, não cruzou os braços para continuar a evangelizar e está a recorrer a vários meios de comunicação social para transmitir mensagens de amor, perdão e reconciliação aos seus fiéis.

As mensagens são atentamente escutadas pelos crentes, nas suas residências, tal como contou a senhora Argentina Balança.

“É uma realidade difícil de admitir. Há séculos em que todos os anos, por estas alturas, era uma das poucas oportunidades que tínhamos para renovar a nossa fé em comunhão, para celebrar a ressurreição de Jesus Cristo, nosso salvador. É muita pena que este facto não esteja a acontecer desde o ano passado por causa de uma doença. Resta-nos, em família, celebrar a páscoa e orar para que tudo volte a normalidade”, afirmou Argentina Balança.

O Arcebispo da Beira diz que a pandemia da COVID-19 é um grande desafio para a fé cristã e que, por outro lado, torna a família mais fortificada, o que, para ele, é o mais importante porque a família é a célula base de uma sociedade.

“De facto, a contingência que vivemos actualmente afecta a fé, porque ela não é individual, não é pessoal, ela está numa família, a família de Deus. Então, quando uma família não pode-se encontrar, não pode-se reunir, com certeza que a mesma fica fragilizada”, explicou Dom Cláudio Dalla Zuanna.

Porém, para o Arcebispo da Beira, as contingências vividas, actualmente, podem proporcionar uma ocasião para os fiéis descobrirem recursos que têm dentro de si e renovarem as perspetivas.

“Acho que a impossibilidade de celebrar a Páscoa em comunidade alargada, nos permite pôr em destaque a dimensão familiar. A família é o primeiro lugar onde a fé deve crescer. Portanto a pandemia nos limita, mas também abre ocasião para descobrirmos coisas novas”, concluiu Dom Zuanna.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos