O País – A verdade como notícia

“Dom Alexandre trabalhou para construir uma igreja nova em Moçambique”, Joaquim Chissano

Foto: O País

O antigo Presidente da República, Joaquim Chissano, foi uma das personalidades moçambicanas que esteve presente, esta manhã, na Sé Catedral de Maputo, na missa de homenagem ao Cardeal Dom Alexandre dos Santos. No fim da oração, Joaquim Chissano referiu-se ao papel do Cardeal para a expansão da fé.

De acordo com o antigo Presidente da República, Dom Alexandre trabalhou para construir uma igreja nova em Moçambique. Por isso, ao invés de chorar, deu graças: “Agradecer a Deus por ter feito dele aquilo que ele é”.

Na Sé Catedral, Joaquim Chissano disse que Dom Alexandre deu aos moçambicanos exemplos de vida, pois foi uma pessoa que ensinou a pedir para os outros. “Ele foi um grande patriota. Ele foi combatente pela libertação deste país, em silêncio”, acrescentou.

Não obstante o agradecimento a Deus, pelos ensinamentos que permitiu que fossem dados por Dom Alexandre, Joaquim Chissano lembrou que o Cardeal deixou o exemplo da palavra e dos actos. “Dom Alexandre procurava dar as mãos a todos. As minhas condolências a toda a igreja, não só em Moçambique, mas também em África e em todo mundo. Condolências à família e a todos os paroquianos em que ele serviu em Moçambique. Que ele descanse em paz”.

À Sé Catedral, Joaquim Chissano fez-se acompanhar com a esposa Marcelina Chissano. Depois da homenagem, o antigo Presidente da República assinou o livro de condolências.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos