O País – A verdade como notícia

Doadores traçam estratégias para reconstruir zonas afectadas pelos ciclones

“Por uma reconstrução rápida, resiliente e abrangente”, este é o lema da Conferência Internacional de Doadores a decorrer na cidade da Beira. O edil da Beira, Daviz Simango, a quem coube dar o pontapé de saída da conferência começou por agradecer o apoio e a assistência que a comunidade nacional e internacional disponibilizaram e a rápida mobilização de recursos que permitiram o apoio humanitário para a população da Beira.

“O ciclone Idai deixou um rastro de destruição jamais visto em escolas, hospitais, igrejas, residências em em várias outras infra-estruturas”, salientou.

Simango disse que o processo de recuperação e reconstrução das zonas afectadas pelos ciclones Idai e Kenneth deve ser implementado de uma forma integrada.

“Precisamos de aumentar a consciencialização sobre uma cultura de superação e adaptação em todos níveis. Assegurar a sustentabilidade através de infra-estruturas resilientes a ventos e tempestades e evitar o isolamento”, acrescentou Simango

Por outro lado Alberto Mondlane, Governador de Sofala, disse que a conferência representa um momento de solidariedade para com as vítimas dos desastres.

“Esperamos que os objectivos desta conferência sejam alcançados na sua plenitude, porque nela assenta a esperança de uma reconstrução célere das infra-estruturas destruídas”, disse o governador.

O ministro das Obras Públicas Recursos Hídricos e Habitação, João Machatine, disse no seu discurso que a conferência é o culminar de um longo e árduo trabalho entre o Governo e seus parceiros. Para as ações de longo prazo, o Governo criou um gabinete de reconstrução na cidade da Beira para elaborar um plano de reconstrução.

“O mesmo gabinete é responsável pela mobilização e gestão dos recursos necessários, bem como coordenar todas acções de reconstrução”, afirmou.

A conferência foi organizada pelo governo de Moçambique e seus parceiros o Banco Mundial, Banco Africano de Desenvolvimento, Nações Unidas e União Europeia, e tem como objectivo sensibilizar os doadores a darem apoio para reconstruir as zonas afectadas pelo Idai e Kenneth.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos