O País – A verdade como notícia

Distritos não municipalizados registam fraca afluência de eleitores

Os distritos onde houve recenseamento nas últimas eleições autárquicas registam fraca afluência comparativamente aos que não acolheram o mesmo processo.

O Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) justifica a situação com o facto de nas autarquias tratar-se apenas de actualização do recenseamento, enquanto nos distritos não municipalizados o mesmo processo é de raiz.

A poucos dias para término do recenseamento eleitoral, o STAE na Zambézia diz que está próximo de atingir 60% de cidadãos inscritos, não obstante os efeitos nefastos causados pelo ciclone Idai, de que a província ainda se ressente.  

O órgão avançou que dados cumulativos de 2018 a 2019 apontam para uma realização próxima de 80% de registo.

Segundo o STAE, está em curso uma campanha de intensificação de educação cívica, principalmente nas zonas de reassentamento. O director provincial daquele órgão, Luís Cavalo, está a monitorar o processo.
 
A fonte garantiu que todos os postos de recenseamento eleitoral da Zambézia estão a funcionar normalmente, depois de se ter ultrapassado os problemas de energia que caracterizaram a primeira e segunda semana do processo.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos