O País – A verdade como notícia

Disputa por terra leva edil de Pemba à barra da justiça

Foto: DW

O presidente do Município de Pemba, capital de Cabo Delgado, está envolvido num conflito de terra que terminou no Tribunal Judicial da Província de Cabo Delgado, onde foi decidido o embargo de uma obra supostamente pertencente à FLORETE MOTARUA.

O caso, segundo revelou o suposto proprietário do espaço ocupado ilegalmente, começou em Março do presente ano, altura em que descobriu a construção de uma infra-estrutura na sua área que alegadamente adquiriu no ano 2009.

“Quando cheguei para visitar a minha machamba, apanhei escavações de alicerces, vedação e a construção de casa. Quando procurei saber, liguei ao presidente do Município de Pemba”, explicou Fai Chababe, cidadão que levou o edil de Pemba à barra da justiça por suposta usurpação de terra.

Apesar do embargo da obra ordenada pela justiça, a fonte receia perder o seu espaço devido a supostas ameaças feitas pelo edil, mas jura lutar até ao fim.

“Já tentei conversar com ele de forma amigável, mas sempre recebo ameaças e até me disse para eu esquecer o espaço, porque ele tem poder financeiro. Eu não vou largar o terreno. Se ele quiser ficar com o espaço, vamos negociar e, se não quiser, tem de sair e indemnizar-me pelos danos causados”, jurou Fai Chababe.

O jornal “O País” contactou o presidente do Município de Pemba, Florete Motarua, sobre a decisão tomada pelo Tribunal Judicial da Província de Cabo Delgado, mas  não obteve resposta.

O espaço de terra em conflito ocupa uma área de 48 mil e novecentos metros quadrados e está localizado no bairro Chuiba, com uma vista directa à Baía de Pemba.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos