O País – A verdade como notícia

Disparam casos da COVID-19 na África do Sul

Foto: Outrasmidias

O número de infecções por Coronavírus tende a aumentar na vizinha África do Sul. Só nas últimas 24 horas, foram registados mais de 11 mil casos. Segundo o Ministério da Saúde sul-africano, o pico está a registar-se em quase todas as províncias.

Os novos casos diários da COVID-19 na África do Sul quase triplicaram em três dias, de acordo com novos dados divulgados na quinta-feira, levantando alarmes sobre a possível disseminação da nova variante Ómicron recentemente detectada pelos cientistas do país.

Nesta quinta-feira, foram registados cerca 11.535 casos do novo Coronavírus na África do Sul, um aumento de 24 por cento em relação aos dados da passada quarta-feira, em que  4.373 pessoas testaram positivo para a COVID-19.

A maioria das novas infecções está na província de Gauteng, ao redor da região metropolitana de Joanesburgo, com 8.280 casos.

Segundo o ministro da Saúde sul-africano, Joe Paahla, as infecções por novo Coronavírus estão a aumentar rapidamente em todo o país, onde para além da província de Gauteng, destaque vai para KwaZulu-Natal, Limpopo e Mpumalanga.

O dirigente reiterou o apelo para que as pessoas completem a segunda dose de vacinação, devido à alta transmissibilidade da nova variante.

Face ao aumento dos casos, as autoridades da saúde estão a reaproveitar as camas, reabrir alguns hospitais de campanha, e a preparar o sistema de saúde do país. “Vamos voltar às coisas que fizemos à corrida até ao pico da primeira onda, a segunda onda e a terceira onda. A terceira onda foi muito maior para nós”, disse o ministro.

De acordo com a News24, testes indicam que a variante Ómicron está a espalhar-se rapidamente e agora está em cinco das nove províncias da África do Sul.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos