O País – A verdade como notícia

Taxa de partos institucionais aumenta em 89% no país

Hoje, a Primeira-Dama, Isaura Nyusi, juntou-se a centenas de outras mulheres em Vilankulo para proceder ao lançamento do chamado “Mês das Mulheres”, e celebrar as conquistas na área de saúde e educação.

A esposa do Presidente da República disse, na ocasião, que, no sector da saúde, os partos institucionais aumentaram para uma taxa de 89%, e só no ano passado, cerca de um milhão e duzentas mil mulheres fizeram o rastreio do cancro do colo de útero. Este número representa cerca de 32% de cobertura do rastreio em todo o país.

Na área de educação, 48% das raparigas tiveram acesso ao ensino básico e elementar. Entretanto, Isaura Nyusi defende que é urgente que toda sociedade lute para eliminar todo tipo de violência que afecta aquela camada da sociedade, citando, como exemplo, as uniões prematuras e agressões físicas, que impedem o crescimento da mulher. Para Isaura Nyusi, só assim o país terá uma nova geração de mulheres promissoras.

E sobre o assunto, a esposa do Presidente da República reconheceu que é cada vez mais notória a presença da mulher no mundo dos negócios, no qual muitas surgem com o empreendedorismo, afirmando-se como exemplos e que inspiram outras mulheres.

E é nesse tipo de mulher que inspira Sheila Neves, uma jovem de 25 anos de idade que quer tornar-se. Sheila é formada em canalização desde 2019 e decidiu partir para o empreendedorismo e hoje lidera uma equipe de 11 pessoas.

O “O País” encontrou a jovem em mais uma jornada de trabalho, quando estava a terminar uma obra de construção de lavatórios. Ela conta que, desde a sua formação, já ganhou alguns contratos e foi na base disso que levou outras mulheres e alguns homens a lutarem pelo seu próprio dinheiro. Revelou ao “O País” que sonha em ser uma mulher em quem outras mulheres possam inspirar-se, para lutar pelos seus sonhos.

Ainda no quadro da cerimónia de lançamento do “Mês da Mulher”, Isaura Nyusi visitou uma exposição que aborda temas como os direitos sexuais e reprodutivos da rapariga, a agricultura e arte, feita pelas mãos das mulheres.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos