O País – A verdade como notícia

Detidos dois antigos gestores de topo da LAM

Trata-se de António Pinto, antigo presidente da Comissão Executiva, e Hélder Fumo, antigo administrador financeiro, indiciados de prática de crimes de corrupção durante o período em que geriam a empresa pública Linhas Aéreas de Moçambique (LAM). A detenção foi ordenada pelo Tribunal Judicial da cidade de Maputo, na sequência de uma solicitação do Gabinete Central de Combate à Corrupção, entidade que investiga o caso.
 
Relacionado com o mesmo processo, foi detida hoje Sheila Mia Temporário, gestora da Índico Moçambique, a revista de bordo da companhia de bandeira nacional.
 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos