O País – A verdade como notícia

Desportivo da Matola conquista “Provincial” de Maputo

Fotos: Desportivo da Matola

O Desportivo da Matola conquistou o título de campeão Provincial de Maputo, este domingo, depois de vencer a Escola de Sargentos de Boane (ESFA), por duas bolas a uma, em partida da final da prova, realizada em Tchumene, no campo da Black Bulls.

A formação orientada por Eduardo Jumisse, o Desportivo da Matola, conquistou o Campeonato Provincial de Maputo, após vitória diante da Escola de Sargentos de Boane (ESFA) por duas bolas sem resposta, este domingo.

Mandoza foi o responsável pelos dois tentos que deram o título ao Desportivo da Matola, apontados aos 19 e 53 minutos, cabendo a Nélson, o autor do único tento do ESFA, ainda na primeira parte.

O conjunto de Eduardo Jumisse vingou-se da derrota no Torneio de Abertura, quando perdeu o título para Ximanganine FC, que terminou em primeiro lugar, com mais três pontos que o Desportivo da Matola.

Para chegar à final provincial, o Desportivo da Matola terminou a Série “A” como líder com 11 pontos, mais um que o Incomáti de Xinavane e mais dois que Amigos da Matola, enquanto o ESFA de Boane venceu a Série “B” com 15 pontos, deixando, para trás, a Associação Jeito da Namaacha, com 10 pontos, e o Ximanganine FC, que fechou o pódio com nove pontos.

 

CLUBE DE CHIBUTO CONQUISTA GAZA

Na província de Gaza, foi o Clube de Chibuto que conquistou o Campeonato Provincial, ao terminar na primeira posição da prova, ao somar nove pontos em cinco jornadas, frutos de três vitórias e uma derrota.

Os “guerreiros” voltaram a suplantar o Clube de Gaza na disputa pelo título provincial, depois de terem feito o mesmo na Supertaça Provincial, com vitória pelo mesmo resultado de 2-1.

Em Nampula, a final disputa-se esta quarta-feira, sendo que o Ferroviário da capital provincial é o primeiro finalista sem ter jogado as meias-finais. Os “locomotivas” beneficiaram-se da desistência do Sporting de Angoche e, agora, esperam o segundo finalista, que sairá do jogo entre o Ferroviário de Nacala e o Sporting de Nampula, que não terminou no sábado devido a problemas de iluminação. Na altura da interrupção, as duas equipas estavam empatadas a oito golos nas grandes penalidades, depois do nulo nos 89 minutos do jogo, altura em que o árbitro apitou pela última vez.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos