O País – A verdade como notícia

Desconhecidos vandalizam furos de água na Zambézia

Desconhecidos estão a vandalizar e a roubar bombas manuais que permitem abastecimento de água.

Desconhecidos estão a vandalizar bombas manuais de furos de água no distrito de Nicoadala, na província central da Zambézia. Neste momento o governo distrital por vias do sector de planeamento e infraestrutura registou a vandalização de pelo menos cinco furos criando prejuízos na ordem de cerca de pouco mais de dois milhões de meticais.

O sector teme que mais furos venham a ser vandalizados por pessoas desconhecidas e, por isso, de acordo com o director distrital do planeamento e infraestrutura de Nicoadala,

já se accionou as autoridades policiais que no terreno já conseguiram neutralizar algumas pessoas com elementos das bombas a produzirem fogões.

"É um fenómeno estranho de vandalização. Estão a roubar todo corpo da bomba e isso está a criar prejuízos enormes ao governo distrital não só pela vertente financeira, mas acima de tudo na provisão de água à população que, obviamente, é recurso indispensável à vida humana", disse o responsável, avançando que isso pode regredir o número de pessoas com acesso à água por vias de fontes dispersas construídos pelo governo distrital.

Cada furo de água beneficia cerca de 350 famílias. Com a vandalização das cinco fontes, pelo menos 2.000 famílias estão desprovidas do precioso líquido nos povoados de Nantuto, quinta Girassol, Morrua, Zona verde, Mariarua e localidade de Namacata no distrito de Nicoadala.

"Teremos que fazer uma intervenção, porque como sabe estamos a trabalhar nas reabilitações de um total de 25 fontes água. Incluímos aqui igualmente a reposição das bombas ora vandalizadas para permitir que o acesso à água não pare por contas da acção dos vândalos".

Nicoadala tem uma população estimada em 160 mil. Destes 64 mil são abastecidos através de fontes dispersas e 10.900 pela FIPAG. Neste momento o nível de cobertura de água no distrito de Nicoadala é de 37 por cento através de fontes dispersas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos