O País – A verdade como notícia

Desconhecidos danificam 200 contentores na zona cimento da Cidade de Maputo 

Foto: O País

Há vandalização de contentores de recolha de lixo na zona cimento da Cidade de Maputo. Na noite de sexta-feira para sábado, cerca de 200 contentores foram danificados e retiradas peças essenciais para a remoção de resíduos sólidos, através de camiões.

As peças são de material plástico, servem para fazer o engate do contentor à viatura no momento da recolha do lixo.

Falando ao “O País”, Stela Novela, directora Adjunta de ambiente e salubridade do Município de Maputo explicou que as peças foram retiradas nos contentores instalados em quase toda zona cimento da cidade, com destaque para os bairros Alto Maé A e B, Malhangalene, toda a Baixa da Cidade e Bairro Central A e B.

“Isso aconteceu em várias avenidas, várias posições e, estamos a tentar fazer um trabalho para constatarmos para que finalidades foram retiradas, quem são os perpetradores destes actos e os possíveis compradores”, disse.

Os prejuízos por conta desta vandalização ainda não foram calculados. Porém, o Município garante que já está a trabalhar na substituição dos contentores, que na sua maioria “são quase que impossível de usá-los, no estado em que se encontram” enquanto conserta os que sofreram sabotagem.

“Com essa reposição, queremos garantir que a recolha de lixo da cidade para o destino final não pare, já estamos, também, a trabalhar com a Polícia para identificar os responsáveis, para seres responsabilizados pelos seus actos”.

Entretanto, caso a vandalização continue, a capital do país pode ressentir-se da ineficiência na recolha de lixo, porque as peças que foram retiradas, facilitam e aceleram a recolha e, sem as mesmas, os responsáveis pela recolha, devem despejar o lixo no chão e levam ao camião com ajuda de uma pá.

“Por isso, apelamos a todos que souberem que são os responsáveis ou que virem as pessoas a vandalizar a denunciarem, pois este é um bem público e juntos podemos manter a cidade limpa e se este problema alastrar-se podemos viver, um verdadeiro caos, com o lixo, aqui na Cidade de Maputo”, apelou Novela.

Os responsáveis pela recolha de lixo acreditam que o material estará a ser usado para reciclagem na produção de outros produtos plásticos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos