O País – A verdade como notícia

Desafios das indústrias culturais e criativas em debate no Camões

Na próxima quarta-feira, a partir das 17h30, o Camões – Centro Cultural Português em Maputo acolhe uma iniciativa promovida pelo Observatório Cultural de Moçambique (OCULTU) subordinada ao tema Desafios das indústrias culturais e criativas na geração de emprego em Moçambique. A sessão será dinamizada pelo docente e pesquisador na área cultural e produtor musical Rufus Macuvule.

A iniciativa surge em resposta à solicitação da Cooperação Suíça para a criação de uma Plataforma de Cultura de Maputo (PLAC), que consiste num conjunto de ferramentas, instrumentos e um espaço de capacitação e diálogo sobre actividades e projectos do sector da cultura.

O Plano Quinquenal do Governo de Moçambique (2015 -2019) definiu como uma das prioridades a promoção do emprego e a melhoria da produtividade e da competitividade. No sector da Cultura e do Turismo, a grande aposta consiste no desenvolvimento das Indústrias Culturais e Criativas. Encontra-se em fase de implementação a Política das Indústrias Culturais e Criativas, aprovada pela Resolução Nº 34/2016 de 12 de Dezembro.

Que mecanismos podem permitir a transformação da produção artística em fonte de geração de renda? Quais são os sectores mais dinâmicos e promissores das Indústrias Culturais e Criativas em Moçambique? Estas e outras questões serão objecto de discussão nesta sessão, que contará com a participação de gestores e promotores do sector cultural e criativo, com o objectivo de reflectir e trazer recomendações sobre o tema.

A iniciativa conta com o financiamento e apoio técnico da Cooperação Suíça.

        

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos