O País – A verdade como notícia

Definitivamente, não haverá Moçambola este ano!

O Secretário de Estado do Desporto, Carlos Gilberto Mendes, diz ter havido omissão por parte da Liga Moçambicana de Futebol (LMF) da falta de fundos para custear a prova. Esta informação acontece numa altura em que os “Mambinhas” clamam por jogos para enfrentar o CAN já em Fevereiro.

Uma autêntica confusão… é o que se pode dizer sobre a gestão do Moçambola. Semanas depois do Secretário de Estado ter acusado os gestores do futebol moçambicano de sabotarem a prova e ter garantido que o Moçambola iria iniciar em Dezembro, eis que agora surge outra bomba. A prova não tem como arrancar neste mês porque não há dinheiro.

Sem avançar valores, o Secretário de Estado do Desporto fala de “questões logísticas graves” que condicionam o arranque da prova. “O que posso dizer é muito dinheiro que falta, mas nada que pode ser resolvido”.

Esta situação que já afectou o Costa do Sol com o seu afastamento precoce da Liga dos Campeões, poderá fazer mais vítimas. É o caso da União Desportiva de Songo, representante de Moçambique na Taça Nelson Mandela e dos “Mambinhas” que garantiram qualificação histórica para o CAN SUB-20 já no início do próximo ano.

A reunião desta quarta-feira entre a Secretaria de Estado do Desporto, Federação Moçambicana de Futebol e a Liga é que poderá ser decisiva sobre o futuro do Moçambola.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos