O País – A verdade como notícia

Défice orçamental condiciona construção de estradas

Dos mais de 25 mil milhões de meticais que se tinha orçado para a construção e reabilitação de estradas, em 2016, apenas estiveram disponíveis 10 mil milhões, facto que deitou abaixo parte dos planos feitos nesta área.

O relatório apresentado, hoje, na reunião anual do sector de estradas revela que a manutenção de vias de acesso e pontes e a asfaltagem de estradas nacionais são as áreas que gastaram maior parte do orçamento disponibilizado em 2016, tendo custado mais de cinco mil milhões de meticais. O resto do valor destinou-se a reabilitação e asfaltagem de estradas regionais, construção de pontes, capacitação técnica e estudos de viabilidade.

Os 18 mil milhões de meticais orçamentados para este ano, deverão servir para a construção, manutenção e reabilitação de 22 quilómetros de estradas e pontes em todo o país.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos