O País – A verdade como notícia

De novo, chuva fez estragos na capital do país

Foto: O País

Casas, ruas e avenidas da Cidade de Maputo ficaram alagadas na sequência da chuva que cai desde domingo. As vítimas dizem viver um verdadeiro drama sempre que chove.

O céu fica nublado. Há uma ameaça de chuva. A preocupação cresce para os moradores dos bairros da Cidade de Maputo. É que as casas, ruas e avenidas ficaram alagadas. As vítimas descrevem o drama.

Tanto nas casas de banho como dentro das residências, está tudo inundado. Cada dia que passa, há novos problemas. Desabam casas, muros. Tudo está a estragar-se. O dia-a-dia faz-se em meio à água da chuva. As crianças não vão à escola”, contou uma das moradoras do bairro Maxaquene “C”, na Cidade de Maputo.

A senhora, que falou em anonimato, não só conta que cozinham na água e dorme por cima das mesas, como também as flores que nunca murcham se vêem privadas de seguir o seu sonho.

“As crianças não vão à escola porque os livros, cadernos e uniformes estão molhados. Está tudo cheio de água. Se entrasse de casa em casa para verem o que está a acontecer, o presidente do Município [de Maputo] saberia o que é sofrer. Assim, ele não sabe, porque não vê. Que suba carro para ver o que acontece em Maxaquene quando chove”, convidou Eneas Comiche uma munícipe.

As estruturas do bairro já solicitaram apoio ao Conselho Municipal de Maputo para drenar as águas, mas a resposta tarda a chegar. “É o que estamos a tratar. Comunicamos os nossos superiores para tentarem enviar camiões para bombear as águas e ainda não há respostas, mas penso que será positiva porque também estão a ver esta situação”, Lázaro Francisco, secretário do bairro Maxaquene “C”.

E o chefe de quarteirão fala do que é feito com as famílias afectadas. “O que nós temos feito, uma vez que temos uma escola na zona alta, é remover as pessoas para lá e, logo que passa a chuva, voltam para as suas casas”, revelou Simeão Tembe, chefe do quarteirão 20, Maxaquene “C”.

Enquanto isso, os moradores do bairro Maxaquene C, na Cidade de Maputo, seguem a vida em meio às águas da chuva. Mergulham literalmente nas águas e passam os dias em casas inundadas. Com as chuvas, os carros também se rendem às inundações. Nenhuma delas ousa em desafiar as vias tomadas pelas águas.

E onde a chuva não inunda, agravam um problema antigo…buracos nas estradas da capital que degradam muitas viaturas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos