O País – A verdade como notícia

Danito Nhampossa já não é “açucareiro”

O técnico Danito Nhampossa e a direcção do Incomáti de Xinavane rescindiram o contrato que os ligava desde Maio último devido a maus resultados. A informação foi confirmada pelo director Desportivo dos “açucareiros”, Arnaldo Cumbe, que assegurou que foi uma rescisão amigável.

De acordo com a nossa fonte “o treinador não conseguiu cumprir com aquilo que foi o compromisso, que era de levar a equipa a bons resultados, mas o que estamos a ver são resultados negativos e isso pediu para a decisão”, disse, acrescentando ainda que “não foi um afastamento decidido de forma unilateral. Sentamos com ele e apresentamos nossa proposta e ele aceitou porque percebeu que, de facto, os resultados não estavam a aparecer”.

Danito Nhampossa chegou ao canavial em Maio último para suceder a Artur Comboio que deixara a colectividade para assumir os “canarinhos”, não tendo conseguido alcançar resultados satisfatórios no seu comando.

O técnico, que é quadro da formação do clube Ferroviário de Maputo, deixa o Incomáti de Xinavane na 11ª posição, com 17 pontos, mais dois que o Desportivo Maputo, primeiro da zona da despromoção, ao cabo de 19 jornadas, onde a equipa alcançou quatro vitórias, cinco empates e 10 derrotas, tendo marcado 17 golos e sofrido 23.

Para o lugar de Danito Nhampossa a direcção do Incomáti de Xinavane fechou acordo com Tiago Machaisse até ao final da temporada.

De acordo com Arnaldo Cumbe a decisão de assinar com Machaisse até ao final da presente temporada pende-se com o facto do mesmo fazer parte da equipa técnica de Artur Semedo para a próxima época, no comando do Costa do Sol.

Tiago Machaisse estrea-se no comando dos “açucareiros” esta sexta-feira, no canavial, na recepção a Associação Desportiva de Vilankulo, para a 20ª jornada.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos