O País – A verdade como notícia

Custo de vida em Moçambique preocupa MDM

O Instituto Nacional de Estatística (INE) publicou, recentemente, dados que indicam custo de vida, com os preços dos produtos essenciais a elevarem-se um pouco por todo país. O facto está a preocupar o Movimento Democrático de Moçambique (MDM).

“A verdade é que a vida está a tornar-se muito cara para este povo”, lamentou José Domingos, secretário-geral do MDM.

Face à realidade, o partido exige explicações do Governo e diz serem necessárias políticas para reverter a situação.

“Que o custo de vida, no momento da pandemia, seja aliviado para os mais necessitados. Estamos a dizer que tem que ser apoiadas as pessoas mais vulneráveis e as pequenas e médias empresas; mas o que está a acontecer não é isso”, deplorou.

O secretário-geral do partido falava este sábado, na visita que efectuou à província de Maputo. Na ocasião, José Domingos assinalou que quase um mês apos a morte de Daviz Simango, o MDM “continua forte e firme”.

“Temos que ficar muito atentos, porque serão introduzidas, no nosso seio, pessoas que aparentam ter ideias, mas essas ideias são apenas para nos destruir e para que fiquemos desamparados. Mas não temos que permitir isso”, apelou José Domingos aos membros do partido presentes na reunião que teve lugar nas instalações da delegação provincial do partido, localizada na Machava-sede, Matola.

Questionado sobre a situação financeira do partido neste momento, o responsável reconheceu a necessidade de ser massificada a cobrança de quotas, para que continuem a custear as despesas.

“Temos delegações por todo país. Não é fácil cobrir despesa de tudo nesses pontos, tendo em conta que os fundos são exíguos”, disse Domingos, que, no entanto, garantiu que “o MDM está bem”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos