O País – A verdade como notícia

Cultura moçambicana e chinesa vão partilhar a mesma ‘casa’

O Campus da Universidade Eduardo Mondlane ira acolher, no próximo domingo, o lançamento da primeira pedra do Projecto de Construção do Centro Cultural Moçambique e China.

A infra-estrutura resulta dos Acordos de Cooperação Económica e Técnica entre os dois países e trata-se de um Centro Cultural modelo em África, com uma área de 20.000 metros quadrados. O empreendimento está orçado em 70 milhões Dólares.

Este empreendimento visa estreitar as relações culturais entre os povos e compreende, para além do Centro Cultural Moçambique-China a construção do Instituto Confúcio e a Escola de Comunicação e Artes, todos a serem erguidos no Campus da UEM.

Prevê-se ainda, a construção de um teatro com capacidade para albergar 1500 espectadores e Salões de exposições para arte e artesanato e outras actividades culturais, com capacidade para 400 a 500 lugares.

O projecto vai empregar cerca oitocentos trabalhadores, dos quais 600 moçambicanos e 200 chineses.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos