O País – A verdade como notícia

Cuba envia 40 profissionais de saúde e um hospital móvel

A Cuba montou um hospital móvel no bairro da Ponta-Gêa e em três dias já realizou nove cirurgias e atendeu quase três mil pessoas. O governo cubano enviou à Beira 40 médicos e pessoal de apoio que estão a ajudar aos afectados.

Há um ano e três meses Silvino Baptista vem se queixando de dores intensas e diz ser incontáveis as consultas e exames que realizou. Chegou a fazer tratamento de tuberculose mas as dores nunca passaram. Ouviu falar do hospital cubano na Ponta-Gêa e há dois dias foi fazer uma consulta. Depois de exames médicos foi informado que ia ser submetido a uma cirurgia. A mesma aconteceu na manhã deste sábado e agora está a recuperar.

O Chefe da Equipa médica cubana diz que em princípio o senhor Silvino está curado.

Quando equipa do País visitou o hospital decorria uma outra cirurgia. Ao todo foram nove realizadas desde que entrou em funcionamento ao longo desta semana. São 40 profissionais entre médicos e pessoal de apoio que vieram de Cuba para apoiar Moçambique neste momento de emergência.

A equipa médica cubana ainda não tem data de regresso e vai se manter na Beira o tempo que for necessário.

Os cubanos dizem ter uma relação especial com a cidade, pois é a única cidade que um dia recebeu o histórico líder cubano Fidel Castro na única visita que realizou a Moçambique em 1977.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos