O País – A verdade como notícia

Cristiano Ronaldo ouvido em Tribunal

Depois de uma hora e meia a ser ouvido, Cristiano Ronaldo abandonou o Tribunal de Pozuelo de Alarcón, em Madrid, onde foi ouvido, hoje, sob alegação de fraude fiscal, escreve o Notícias ao Minuto.

Estava prevista uma declaração do jogador português, no final da audiência, mas acabou por não acontecer. Iñaki Torres, que faz parte do departamento de comunicação da Gestifute, a agência que representa Ronaldo, compareceu aos órgãos de comunicação social e informou que o português não iria falar e que estava já a caminho de casa assegurando que a audiência correu bem e que está tudo em ordem. Torres referiu que vai seria lançada uma nota à comunicação social muito em breve.

Minutos depois, Cristiano Ronaldo emitiu um comunicado onde se defende das acusações de que é alvo. O internacional português, suspeito de defraudar o Estado espanhol em 14,7 milhões de euros, receita proveniente da exploração de direitos de imagem, assegura que sempre entregou “as declarações de impostos de forma voluntária”, já que “todos têm que declarar e pagar impostos de acordo com as receitas”.

“A Agência Tributária espanhola conhece, ao detalhe, todas as minhas receitas, porque os entregámos. Nunca ocultei nada, nem tive intenção de fugir ao Fisco”, assegurou o avançado do Real Madrid, que revelou, ainda, um pedido expresso feito aos seus assessores: “Que tenham tudo em dia e pago correctamente, porque não quero problemas”.

Recorde-se que Cristiano Ronaldo foi ouvido por quatro alegados crimes fiscais referentes a dinheiro recebido derivado de direitos de imagem entre os anos de 2011 a 2014.

O jogador do Real Madrid não é o único nome ligado a questões com o fisco espanhol. As autoridades fiscais têm acompanhado vários casos e acusaram vários jogadores em Espanha. Messi e José Mourinho, por exemplo, são dois dos nomes associados a esta questão de fraude. Também Fábio Coentrão foi associado a dívidas com o fisco espanhol e ouvido antes de chegar ao Sporting por empréstimo do Real Madrid.

As questões do fisco espanhol têm sido uma das histórias marcantes deste defeso sobretudo em Espanha onde surgiram os casos de fraude fiscal. Os atletas de Real Madrid e Barcelona são os principais arguidos num caso em que estão em causa os valores recebidos pelos direitos de imagem dos jogadores.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos